Só pra te mostrar



- Se qualquer um de nós fosse minimamente normal... nada disso teria acontecido.

Não fomos.
Não usamos a cabeça.
Não tivemos juízo.
Não dissemos nada além de
sim.
Não nos detivemos em questionamentos infindáveis.

Não nos perguntamos "e depois?". Apenas perguntamos "e agora?"
Não nos permitimos empacar.

Não nos permitimos ceticismos, conformismos, praticidades.

Não duvidamos ao ponto de abandonar o caminho, duvidamos então, só ao ponto de fortalecer as perguntas e suas respostas.

Não dissemos
quem sabe, talvez, depende.
Não viramos abóbora à meia-noite
Não quisemos garantias.

Não dissemos
não.
E de tanto não fazer, o tudo que não fizemos virou o grande ato.
Soberano, inquieto, crente, puro, cheio em si mesmo.
Dançando em frente ao espelho, para ninguém além de nós.


.

Comentários

Postar um comentário

Deixe o seu olhar

Postagens mais visitadas